eu’abscesso pulmonar (parênquima pulmonar supurativa)

0
10297

Eu- visão global :

ele s’age de’une nécrose parenchymateuse due lagression microbienne du parenchyme pulmonaire par des germes pyogènes qui va aboutir à la formation du pus. Dependendo da localização dos pus são identificados 2 grupos :

Ao nível do’alvéole : suppuration primitive = abcès du poumon Au niveau dune cavité préexistante : supuração secundário

II- DEFINIÇÃO :

eu’abcès du poumon est une suppuration aiguë, recolhido num néoformée cavidade, cortado em parênquima pulmonar previamente saudável e causada por infecção não-tuberculosa (inespecífica).

III- ESTUDO CLÍNICO :

eu’abcès évolue en 3 estágios

UMA- Fase Casa FARM :

O início é súbito

* sinais funcionais e gerais são marcados por :
Um ponto fixo lado
A febre 38 – 39° C, calafrios, batimento cardíaco acelerado, uma fraqueza geral com anorexia (TEMPO) ->PFLA tosse seca, doloroso, doloroso.
dispneia moderada.

* eu’examen physique : discreto, de acordo com’escopo
submatités traduzindo localizada pulmonar condensação casas (alveolite fibrina-leucócitos) os estalos, raramente respiração tubária

* mostras de radiologia : A opacidade densa, homogéneo, sistematizados mal e fronteiras difusas (pneumonia alveolar)

B- STAGE nux :

Corresponde à rejeição, em um esforço violento para tosse, d’une quantité importante de pus. Ele pode ser sólido ou divisão no dia. sensação de rasgar Com vista.

Os sinais ou sintomas prodrômicos são :
Halène falta.
pequena hemoptise.
Douleur déchirante dallure syncopale ressentie en pleine poitrine +++

C- STAGE Open Hearth :

reúne 2 síndromes

1- A síndrome suppurating geral : faz febre oscilante.
palidez.
emagrecimento.

2- A síndrome de supuração pulmonar :
Feito de expectoração purulenta pesado.
estertores úmidos.
cavidade sopro.
zona de condensação.

* sinais físicos :
Respiração Cavity fica claro
sonda estertores húmidas área condensado

* programas de rádio :
– imagem de ar-fluido : típico
C’est une image arrondie, limites de espessura, regular
Uma base : opacité liquidienne surmontée dune clarté aérique, limitada por uma linha horizontal independentemente da posição do paciente

* diferencial dgc :
Hidatidose rompido, mb flutuantes (linha ondulada)
Primária brônquica Kc ​​escamosas (limite dentro anfractueuse)
– opacidade difusa única ou múltipla, borrada, variable dun cliché à un autre mais de siège fixe doù intérêt dun TDM

* TDM : Especifica o número, assento, Natureza escavado ou não lesões e a presença de níveis de fluido.

IV- DIAGNÓSTICO PARACLINIQUE :

eu’examen bactériologique du pus : momento crítico, permet détudier la flore bactérienne, determinar o teste de germe e prática a susceptibilidade dominante. contudo, BK deve ser negativo.

O bronco-fibroscopie : Localiza supuração, d’y pratiquer des prélèvements et de vérifier la perméabilité des bronches explorées.

AFB

FNS : leucocitose acelerado VS e fibrinemieî.

Blood Sugar : Diabetes surtt se staph

hemoculturas que será repetida, se possível, todos os picos febris.

V- formas clínicas :

UMA- formas bacteriológicos: mais prejudicial :

1- anaeróbios para abcesso : Ocorre em alcoólatras realizando "formas gangrenosos pútridas distância- abscesso

2- Abcessos em Klebsiella pneumoniae ou Bacillus Fried Lambert : necrose germe dá hémoptoïques escarro percebendo necroses extensas. Sua evolução é grave e folhas importante do tipo legado múltiplas cavidades → aspergilose enxerto

3- Staphylococcus abcesso :
em lactentes : dá sinais digestivos tipo de inchaço abdominal.
A la Rx : múltiplas opacidades esse golpe dando luzes que afetam a pleura -> pyopneumothorax.
ins. respiratório
visita’adulto, dá múltiplos abscessos + nodular infiltrando septicopyohémique especialmente em diabéticos.

4- Abscesso outros germes : A pneumocócica, para Streptococcus, em Haemophilus influenzae e BGN.

5- abcesso parasitária : especialmente amebiana. Il faut rechercher les antécédents de séjour en zone dendémie ou bien un foyer amibien suppuré.

B- As formas etiológicos :

* Infecções broncopulmonares :
DDB + BC - "crônica
pneumonia bacteriana e viral - "aguda

* supuração Bairro :
empiema, mediastinite supurativa (Kc de l’esôfago), supuração sob frénico (abscesso hepático, peritonite)

* distância do foco infeccioso :
ORL, dentário, cirurgia (apendicite, colecistite)

* contexto particular : ferimento penetrante do peritônio (trauma), engolir acidente devido a um coma ou anestesia

WE- ÉVOLUTIOIN :

* Em geral, é favorável :
Cair e resolução da febre e tosse após 8 dias
sinais radiológicos que normalizam a sobre a 3th semana (ela é’améliore en 10-15J).

* desenvolvimentos adversos : cavité résiduelle qui est le siège dun abcès chronique. É um provedor de DDB.

complicações locais :
clara ou empiema.
Hémoptysies
Aspergillome cavitaire intra
DDB.
superinfecção tuberculosa

complicações gerais :
caquexia da artrite infecciosa →
Abcès à distance notamment labcès du cerveau.
Septicemia amiloidose secundária

VII- TRATAMENTO :

UMA- tratamento médico : Depende do germe isolado e solo

1- terapia antibiótica adequada : dar pelo método de teste de susceptibilidade ou proporção (antibiogramme), sinérgica

A duração do tratamento é 4-6 semana, a maioria dos 8 semanas.

2- A porta de’entrada : ORL, dentário

3- Terreno : por exemplo, a diabetes de equilíbrio

4- fisioterapia : dépend de l’etiologia

B- tratamento cirúrgico : Ele raramente é mencionada. Quando’il l’é, deve ser pré cuidadoso equilíbrio Indicação : DDB localizada mal tolerada, abscesso crônica, superinfectado sequelas abcesso (Kc), obstrução.

C- Vigilância : obrigatório, doit être longtemps poursuivie afin déviter les récidives qui sont tjrs possibles Durée : > 6-8semanas =>Rx possível, recorrência

Curso do Dr. Madache – Faculdade de Constantino