ácidos nucleicos

0
8460

Eu- Introdução, definição :

originalmente isolado a partir do núcleo da célula. Os ácidos nucleicos são substâncias, não somente no anel, mas também no citoplasma de células.

A partir de um ponto de vista químico de ácidos nucleicos são ácidos fracos.

lá 2 tipos d’ácidos nucleicos: eu’DNA e L’ARN

Estas são moléculas longas formadas pela repetição de’uma subunidade chamada de nucleotídeo.

II- Estrutura do’DNA e L’ARN :

eu’DNA é uma molécula de’de grande importância biológica, pois é o suporte do’Informação genética. eu’informação genética que’que contém é transmitido à descendência, por isso é o principal veículo do fenômeno de’hereditariedade.

eu’O DNA está localizado principalmente no núcleo, no entanto, há DNA no citoplasma c’é’DNA mitocondrial responsável por’herança mitocondrial ou materna.

eu’O RNA está localizado principalmente no citoplasma, mas também existe no kernel.

eu’DNA e eu’Os RNAs são formados por subunidades repetidas chamadas nucleotídeos.

Cada nucleótido é constituído por sua vez 3 festas :

  • Uma base azotada
  • Um de açúcar ou se atrevem a cinco carbonos ribose ou desoxirribose
  • Um grupo fosfato

Grupos fosfato e moléculas de’doses que compõem os ácidos nucléicos são idênticas e desempenham um papel estrutural, por outro lado as bases podem ser de 4 tipos e contêm o’Informação genética.

Nucleótidos têm variado e funções importantes, são :

  • Compostos para « alto potencial de energia » do qual depende’ativação de moléculas,
  • compostos de coenzima estruturais,
  • De segundos mensageiros intracelulares a sinais extracelulares e mediadores,
  • Reguladores’atividade proteica.

1- bases nitrogenadas :

Estes são componentes essenciais de ácidos nucleicos. Estas moléculas aromáticas cujo núcleo é ou uma purina ou uma pirimidina.

uma- As bases purinas :

Derivar a partir do núcleo da purina, que é um anel aromático 9 Átomos 5C e 4N e resultam da substituição de átomos d’hidrogênio de l’heterociclo por radicais hidroxila, aminas ou metilo.

b- As bases de pirimidina :

Derivado do anel de pirimidina que é um anel aromático 6 Átomos 4C e 2N e resultam da substituição de átomos d’hidrogênio de l’heterociclo com hidroxilamina ou substituintes metil.

c- As propriedades físico-químicas das bases de purina e de pirimidina :

O carácter aromático das bases de purina e de pirimidina dá-lhes :
– Resistência a l’oxidação
– Uma absorção característica no’UV (Identificação e doseamento)
– A presença dos substituintes hidroxilo e aminas permite bases de purina e de pirimidina ocorrer em várias formas tautoméricas :

  • O ceto lactama ou forma enol e forma ou lactima. A pH fisiológico é a forma ceto predomina.
  • A forma de amina e forma imina para o grupo amino.

Tautomerismo é a transformação de’um agrupamento funcional em outro agrupamento por :
– deslocamento simultâneo de’um átomo d’hidrogênio e
– d’um dupleto de elétrons de’uma ligação dupla adjacente.

2- os Oses :

Estas são pentoses em forma furânica que’ácidos nucleicos são encontrados em nucleotídeos. O beta-D (-) ribose e beta D(-) 2 desoxirribose.

Os números dos átomos de carbono de pentoses são atribuídos o sinal principal para diferenciar bases átomos.

/Usuários / adlane / Downloads / m% C3% A9decine / 1% C3% A8re ann% C3% A9e / G% C3% A9n% C3% A9tique / Constantine / 2 / media / image10.jpeg
b D (-) ribofuranose
/Usuários / adlane / Downloads / m% C3% A9decine / 1% C3% A8re ann% C3% A9e / G% C3% A9n% C3% A9tique / Constantine / 2 / media / image9.jpeg
b D (-) 2desoxyribofuranose

3- eu’Ácido fosfórico :

H-0\
H-0-P = 0
H-0/
ácido fosfórico

4- Les nucleosídeos :

Um nucleosídeo resulta da combinação covalente de’un ose e d’um açúcar com uma ligação glicosídica beta N. Esta ligação osídica une o carbono 1′ de’ouse com eu’número de nitrogênio 9 bases purinas e l’número de nitrogênio 1 bases de pirimidina.


– Les ribonucleosídeos

– desoxirribonucle�idos :

5- nucleótidos :

Estes são ésteres de fosfato de nucleósidos, o grupo fosforilo pode ser ligada a um OH livre do monossacárido.

Ribonucleosídeos pode ser fosforilada por 2 ',3'E 5' .de podem existir mais de nucleótidos cíclicos. Quando a molécula de ácido fosfórico estéril içado 2 grupos funcionais hidroxilo do monossacárido que dão ésteres cíclicos em posição 2 ',3'Ou 3',5’.

Desoxirribonucleosídeos pode ser fosforilada em 3 'e 5' uma vez que o átomo de carbono 2 'não deve OH e só pode haver um éster cíclico 3',5’.

Adenosina 5′-monofosfato (ciclase. AMP)
Guanosina 5′-monofosfato (guanilato. GMP)
Citidina 5′-monofosfato (Cytidylate. CMP)
Uridina S’-monofosfato (uridilato. UMP)


6- Estruturada’um polinucleotídeo :

Um polinucleótido consiste em mais nucleótidos ou desoxirribonucleótidos ligados por grupos fosfato especificamente, então c’é um polímero de nucleotídeos. O hidroxilo 3 'da porção de sacárido do primeiro nucleótido é unida à extremidade 5' hidroxilo do monossacido do nucleido adjacente por meio de uma ponte fosfodiéster.

Esta estrutura pode ser esquematicamente

pApGpCpApT = AGCAT

Leia Convenção polinucleotídeo d`un :
Por convenção que sempre lê um polinucleotídeo na direção para 5`p 3` livre OH.

7- Estrutura do’ADN :



bases, ligações de hidrogénio :

DNA em :
– a ose: desoxirribose
– o básico: UMA,G,C e T
– Duas cadeias de nucleótidos :
Uma molécula de ADN é normalmente formado 2 ou cadeias 2 polinucleotídica de cadeia.

uma- As características destes 2 cadeias :

Eles são chamados

– Helicoils :

o 2 Cadeias de DNA presentes no’espaço uma configuração helicoidal.’envolver em torno’um eixo central imaginário formando uma dupla hélice de 2 nm de diâmetro.’hélice é de 3,4 nm e contém 10 distância pares nucledtides.la 2 nucleótidos de 0.34 nm.

– Antiparallèles :

Meios que as duas cadeias são paralelas, mas em sentidos opostos .Para cadeia é 5'-sentido>3 descendente, para a segunda cadeia é a direcção 5 '-' 3 'a partir do fundo para cima.

– suplemento :

A regra complementar é :
Um oposto tem um T e G cm laço tem um C.
Esta regra complementaridade obedece razão estérico ou sala (oposto’uma base de purina cm tem uma base de pirimidina, e por razões vinculativas’hidrogênio : eu’a adenina é unida à timina por duas ligações de hidrogênio e a citosina é unida à guanina por três ligações de hidrogênio.

– DNA desnaturação :

Se cm aquece o ADN não é uma ruptura das ligações de hidrogénio entre as bases das devoluções double helix 2 fios ano separado disse que o DNA é desnaturado. Esta desnaturação é reversível L’AD N também pode ser desnaturado em um meio alcalino fraco.

■ Règfe de Chargaff
A = T e G = C, o que é de grande importância na estrutura secundária do ADN de A + G = C + T
A + T em G + C ≠

9- Estrutura do’ARN :

  • ou : ribose
  • Base : A U.G. C
  • Uma única cadeia
  • A decifração do código genético contido em uma molécula de’DNA passa pela formação de’uma molécula de RNA.

eu’O RNA é sintetizado durante’um processo complexo que’cm chama transcrição L’O ácido ribanucleico é um polímero de ribonucleotídeos pirimídicos ou convenientes ligados entre si por pontes 3 ',5’fosfodi�teres, analogpes para aqueles ADN. eu’O RNA nativo existe como uma molécula de fita simples, a única cadeia de ARN que é capaz de dobrar sobre si mesma em um gancho de cabelo.

■ Existem vários tipos (TARN:

→ Os ARN que codificam:

  • eu’MRNA :

– Sua sequência é complementar ao’um de 2 fitas da molécula d’ADN
– contém l’informação genética para a biossíntese de’uma proteína.
– tem sequências d’início da tradução de AUG ou GUG e sequências que anunciam o fim da tradução :gota,UAG,DE.

→ ARN não codificante:

  • ribosomal ARN ,ARN de transferência, snRNA.
  • micro ARN, e ARN (genes reguladores).
  • eu’ARNr

O ARN nbosomiaux representam mais 80% de RNAs celulares totais’associar-se a proteínas para formar o ribossomo, que é o suporte para a síntese de proteínas. Os ribossomas são uma combinação de 2 subunidades : 50S e 30S em procariotas e 60S e 40S em eucaiyotes.

O coeficiente de sedimentação S (Svedberg ) é’unidade de medição da taxa de sedimentação.

O coeficiente de sedimentação d’uma partícula depende não apenas de sua massa, mas também de sua forma e rigidez.

por definição, S constante de sedimentação, representa a taxa de sedimentação por unidade dAccélération (g força). Como este é constante baixo, é usado, como uma unidade, le Svedberg (e Svedberg = 10′13 segundo).

  • LARNt

Permite o transporte de ácidos aminados para a ribossoma em vez de biossíntese de proteínas :
uma única cadeia 73 para 93 ribonucleidos sua extremidade 3' por um termo ou CSF liga
A e seu fim inicial é sempre uma 5 pG, Os compostos no ansa do anticod bases Seguindo :pir-pir X Y Z-pur-base---variável.

  • Enquanto em eucariotos, mais de ADN P está presente no núcleo, uma porção deste ADN está localizado na mitocôndria.

eu’ADN mitocondrial :

  • O mtDNA pode ser detectado por microscopia de fluorescência, que está localizado na matriz mitocondrial.
  • A mitocôndria contém 4 para 6 de cadeia dupla de molulas de DNA.
  • L'ADN Humano mt, uma molécula circular, que foi completamente sequenciado,
  • ele contém 16 569 pb
  • tem 13 sequências começando com uma codificação ATG (metionina) extremidades com uma codificação de paragem e são suficientemente longas para codificar um polipéptido de mais de 50 AA
  • Ao contrário de ADN nuclear P, é livre de íntrons e não contém longas sequências de codificação

referências

  • biologia molecular Christian Moussard
  • biologia molecular Simon Beaumont
  • bioquímica humana
  • Lehningher
  • Pierre Louisot

Curso da Dra. Sifi Karima – Faculdade de Constantino