Anatomia de l’dispositivo visual

0
7524

Eu- Introdução :

eu’œil est une sphère d’sobre 24 mm.

C’é um órgão móvel contido em uma cavidade chamada globo ocular, que impede o movimento de translação (frente para trás), mais qui lui Permet la rotation grâce à des muscles permettant dorienter le regard dans une infinité de directions. C’Faz’nós chamamos de campo visual, que pode atingindo 200 °. O poder de eu’œil est égale à 59 dioptrias.

A córnea é uma membrana transparente que nos permite ver o’íris, diafragma colored. O aluno é um diafragma que permite que a luz passe, ele só pode medir 1 para 2 mm de diâmetro para alcançar a luz intensa 8 mm em l’Trevas.

eu’œil est tapissé de 3 deslizamentos :

  • esclera : c’é o branco do’olho, ela está cercada por’uma membrana muito fina e transparente, chamada conjuntiva,
  • coróide : camada completa pigmento que constitui uma câmara escura ; é altamente vascularizado,
  • retina : tecido muito importante e muito frágil, c’é um tecido sensorial que transforma o fluxo de luz em impulsos nervosos.

Atrás de mim’íris é a lente. É cercado pelo corpo ciliar a que é realizada pela zônula de Zinn. A lente é transparente e pode perder a sua transparência, Com eu’idade entre outros.

Entre a lente e a parte inferior do’olho, encontramos o corpo vítreo, que é uma massa gelatinosa branca e transparente que mantém a forma do’olho.

A l’antes de o’œil on délimite 2 zonas :

  • a câmara anterior entre a córnea e o’íris. É preenchido pelo’humor aquoso.
  • a câmara posterior entre o’íris e lente.

As pálpebras espalhar as lágrimas em seu piscar.

finalmente, as funções de nervo óptico como uma correia de transmissão para o cérebro.

II- Os anexos do globo ocular :

1- a órbita :

Situado na parte superior do maciço facial, zonas de junção verdadeiros entre a face eo osso do crânio, separou l’um dos’outro pela cavidade nasal, as duas cavidades orbitais contêm e protegem os órgãos do’dispositivo de visão, especialmente os olhos e os músculos extra-oculares.

pirâmide quadrangular cuja base é aberta na parte frontal e superior estreito localizado atrás, cada órbita é composta por um conjunto de’ossos justapostos formando o’órbita óssea, alinhado em seu lado interno d’uma membrana fibrosa : o periorbital. Numerosos orifícios cavados nas paredes ósseas colocam em comunicação o’órbita e regiões vizinhas e permitir a passagem de’artérias, veias, nervos para o globo ocular ou anexos.

Ele orbita feita :

  • 4 paredes ou superfícies.
  • 4 ângulos ou arestas.
  • uma base e um topo.
  • parede superior: abóbada orbital (osso frontal e pequena asa do esfenóide).
  • parede inferior: chão (maçã do rosto "zigomático", osso maxilar e Palatine osso).
  • parede interna:(maxila, nos Ethmoid um sphénoïde).
  • parede externa: (maçã do rosto "zigomático", e asa maior do esfenóide).
  • cúpula: fissura orbital superior.
  • Base: borda orbital.

2- pálpebras :

região palpebral está localizado no terço médio da face. Ele entra em contacto íntimo com a região frontal de cima (sobrancelhas via), a região nasal medialmente, Encontrar jugale en bas et la région latéralement tempo. pálpebras (em número de quatro) têm uma função importante como fisiológico, na protecção do globo ocular (espalhando o filme lacrimal na córnea, derramando lágrimas), estética onde participam, com as sobrancelhas, para’expressividade do olhar.

  • Estas são duas velas móvel músculo-membranoso que cobrir e proteger a frente do globo ocular.
  • Pelos seus movimentos elas se espalham na superfície lágrimas olhos secretado pelas glândulas lacrimais.
  • pálpebras superior e inferior separadas pela fenda palpebral.

3- eu’appareil lacrvmal : formada pela

As glândulas lacrimais

  • glândula prindpale sob a órbita.
  • glândulas localizadas nas pálpebras.

o lacrimal

  • começar no ponto IacrymaI por dois canais : superior e inferior.

Que irá dar o rasgo comum conduta que termina com o saco lacrimal e o ducto nasolacrimal que termina na cavidade nasal.

4- les músculos oculomoteurs :

Em cada órbita, seis ocuiomoteurs músculos permitem a mobilização do bulbo do olho em direções diferentes de olhar : quatro músculos certos • Medial, topo, e lado inferior – e dois; músculos oblíquos – superior e inferior-. Chaque muscle est entouré d’un fascia musculaire propre qui sunit en avant à la gaine du bulbe de T œil. fáscia intermuscular ligam músculos adjacentes fascia. eu’ensemble constitué par le bulbe de l’œil, músculos extra-oculares e trava fáscia nas paredes da órbita por um sistema de baías e ligamentos fasciais.

Os quatro músculos retos e seu limite fascial por trás do globo ocular um espaço cônico : o cone fasciomusculaire cujo ápice está localizado no ápice orbital.

Os músculos extra-oculares são músculos de um determinado tipo estriado. Seu suprimento arterial é importante, mas variável. Eles são inervados por nervos cranianos oculomotor três : nervo oculomotor, troclear e abducente.

5- conjuntiva :

A conjuntiva é uma membrana mucosa transparente, cuja porção de tampa é contínuo com a pele das pálpebras.

Na des-cul-sac, é refletido e cobre o globo ocular até’no limbo. Em l’então chamada de conjuntiva bulbar.

 

III- Le globe oculaire :

1- o contentor :

UMA- Membrane externe = membrane fibreuse = Sclérocornée :

o sclère : o sclère, túnica externa do mundo, muito sólido e muito resistente, formada de fibras de colagénio e elásticas, cerca de quatro quintos do globo mais tarde.

Na sua superfície se encontram os músculos extra-oculares e seus tendões executar os elementos neurovasculares.

Seu diâmetro externo é 23 para 24 mm e é perfurada por as artérias ciliares anteriores, quatro veias vortex e as duas artérias ciliares posteriores

Ele protege contra meios intra-ocular trauma cirúrgico Seu interesse é importante : cirurgia de descolamento da retina ou cirurgia oculomotor.

a córnea : c’est le prolongement plus bombé de la sclérotique La frontière sclérotique-cornée s’chame o limbo

A córnea é altamente enervado tão sensível que é transparente e deve permanecer assim para uma boa visão

Ele consiste em 5 camadas diferentes :

  • epitélio corneano : Tipo de célula escamosa renovar rapidamente
  • membrana de Bowman : camada de transição 12 microns d’espessura.
  • estroma : espesso (400 microns), ele representa 90% de’épaisseur totale de la cornée Son tissu conjonctif très spécifique comprend les éléments habituels du tissu conjonctif. Contém l’água, substâncias orgânicas, colágeno
  • membrana de Descemet : 6 microns d’espessura
  • endotélio : 6 microns d’espessura, membrana interna, frágil, muito fina. A qualidade e quantidade dessas células variam com o’idade.

Sa nutrition est assurée parles larmes essentiellement qui amènent l’oxigênio, un peu par lhumeur aqueuse et les vaisseaux sanguins au niveau du limbe

B- membrana secundária : úvea

coróide : A coróide é uma camada altamente vascular que fornece

Nutrition de l’íris e retina. Ele está localizado entre a esclera ea retina.

Ela contém muitos pigmentos coloridos e, assim, forma uma tela. Ela mantém o’dentro de’œil en chambre noire.

eu’íris : C’é um diafragma circular que se ajusta automaticamente de acordo com a quantidade de luz recebida.

Quando o diâmetro é pequeno, há menos’aberrações : os raios que estão em excesso são eliminados pelo diafragma e o’a imagem que se forma na retina é nítida.

noite, ele n’não há muita luz, as dilata pupila, eu’imagem que se forma na retina n’é mais nítido : c’é miopia noturna.

eu’íris é responsável pela cor do’olho. A cor do’œil dépend de l’espessura de l’intervalo formado pelas lamelas de pigmento e sua concentração de melanina. Mais, eu’leque é grosso e contém melanina, mais eu’œil est foncé.

A nutrição do’íris é fornecida pelo’humor aquoso em que ela se banha, e algumas pequenas arteríolas.

Os músculos responsáveis ​​pela variação do diâmetro do’íris são :

  • dilatador: contrato l’íris, c’ou seja, dilata a pupila,
  • esfíncter : reduz o diâmetro da pupila.

os alunos : Seu diâmetro é em luz normal 3 para 6 milímetros. eu’aumento no diâmetro da pupila s’ligar : Mydriase, e a diminuição neste diâmetro s’ligar : myosis.

Os Coms ciliares :

• Composto por : o músculo ciliar e processos ciliares.

Anatomia de l’olho

C- membrana interna : retina

retina : C’é um tecido sensível e frágil. C’é a membrana mais interna.

Ela tão grosso 1/10 para 4/10 mm. É altamente vascularizado : importante rede de veias e artérias.

  • ACR : artéria central da retina : que é um ramo do’a artéria oftálmica emerge no centro da papila e se divide em dois ramos, um ascendente e outro’autre descendante chacune se divise selon un mode dichoto mique.
  • As veias seguir o curso das artérias para formar o VCR : veia central da retina.

A retina é uma placa de hipersensibilidade. É atravessada por numerosos pequenos vasos. é

Composto por centenas de milhões de células nervosas : os bastonetes e cones. O papel destes

Células é crucial. Eles permitem ver os detalhes, luzes, cores, formas e movimentos.

A luz entrando no’olho deve passar pela retina para alcançar a camada sensível de cones e bastonetes.

Os bastonetes e cones são fotocélulas receptoras. São estas células que capturam

eu’impulsos nervosos e transmiti-los ao cérebro para decodificá-los e formar uma imagem.

Era muito varas (130 milhões) que cones (6-7 milhões). O diâmetro do cone é muito menor do que aquele das hastes. Mais em s’longe da parte central, mais cones são escassos e o seu diâmetro aumenta.

A mácula e fóvea : Na área central é elíptica os cones máximas. Esta área permite uma visão clara. Esta medida área 3 mm no eixo maior e 2 mm no eixo menor. ele s’chame a mácula. A mácula ou mancha amarela, aparece localizada no pólo posterior do centro como uma multa de escavação.

A fóvea é uma região da retina localizado na mácula, prés de l’eixo óptico de l’olho. Esta região é de extrema importância para a visão. C’é ela quem dá a visão mais precisa, à luz do dia, c’quer dizer durante o dia. Quando colocamos um objeto, voltamos nossos olhos para alinhar o’imagem naquela parte da retina.

A fóvea é a parte central da mácula. ele mede 1300 para 1500 microns. ele contém 400 000 cones.

Em uma visão ainda mais central encontramos a fóvea. ele mede 300 para 400 micra de diâmetro e contêm 25 000 cones.

Os cones precisam de mais luz do que as hastes para ser animado. Les cônes réagiront plus en éclairage diurne quen éclairage nocturne. As hastes precisa de muito menos luz para reagir, eles fornecem visão noturna.

lá 3 tipos de cones que reagem a comprimentos de’onda diferente : bleu, verde, rouge. Os cones são, portanto, responsáveis ​​pela visão de cores.

As varas não estão envolvidos na visão de cores. trabalho nocturno apenas varas, c’é por esta razão que à noite todos os gatos são cinzentos !

→ Vascularisation de la rétine :

Garantindo por ACR e VCR

  • ACR : artéria central da retina : que é um ramo da oftálmica surge no centro da artéria disco depois se divide em dois ramos para cima e outro para baixo cada um é dividido de acordo com uma forma dicotômica.
  • As veias seguir o curso das artérias para formar o VCR : veia central da retina.

2- o Contido :

o Lens : c’é uma lente biconvexa transparente. Ele é vascularizado.

Sua curvatura pode variar, d’onde variação de seu poder. C’é’alojamento.

A bomba lente, ela aumenta o seu poder.

Com eu’idade, há perda de’elasticidade da lente. C’é presbiopia.

S’ele é’opacificar, há catarata.

A lente é cercado por uma cápsula. Esta cápsula são fibras da zónula de Zinn fixado.

Seu poder é 16 dioptrias.

O metabolismo é fornecido pelo’humor aquoso.

eu’humor aquoso : É produzida pelo processo ciliar. Vai desde a câmara posterior para a câmara anterior através da pupila. Na câmara anterior, ele é eliminado na malha trabecular (no’ângulo iridocorneal) ou ele vai para o canal de Schlemm.

A malha trabecular é um tipo de filtro. Se a malha trabecular fica bloqueada (detritos de’íris, o excesso de proteínas), então aumentamos a pressão d’onde glaucoma.

eu’humor aquoso é composto principalmente de’água, mas também a vitamina C, de glicose, d’Ácido lático, proteína. Ele é renovado 2-3 horas.

O seu papel é particularmente nutritivo (endotélio da córnea e a íris), reparador, controlo de pressão intra-ocular, bem como manter a forma do’olho.

o vítreo : C’é tecido conjuntivo transparente. É cercada por uma membrana chamada a membrana hióide.

C’é um material de enchimento. representa 4/5 do volume de’olho, e é o primeiro constituinte do’olho.

O seu papel é manter a rigidez do olho-ball, e manter a retina no lugar bem pressionado contra a parte de trás do globo ocular.

A sua estrutura faz com que intervenha na manutenção da pressão intraocular e permite-lhe’absorver as pressões a que é submetido sem alterar a função do’olho. Ele consiste em 95% d’água.

IV- Caminhos ópticos :

O nervo óptico : informações transmite para o cérebro

Todas as fibras ópticas a partir das células visuais convergem para um ponto específico sobre a retina : papila. Neste ponto, por conseguinte, não conterá células visuais, mas apenas as fibras nervosas.

A papila é, portanto, um ponto da’œil qui ne voit pas. Em l’também chama o ponto cego. Neste ponto também abre a rede venosa e arterial da retina.

As fibras ópticas são unidas tudo o que há a formar um cabo, o nervo óptico. ele mede 4 mm de diâmetro e 5 cm de longo.

Há um olho óptico por nervo, portanto 2 nervos ópticos em todos. estes 2 nervos atravessar em uma área chamada do quiasma. Neste lugar s’intersectam apenas parte das fibras : fibras a partir da retina nasal.

chiasma : travessia parcial das fibras dos nervos ópticos (hemi-decussação, apenas as fibras a partir de retinas de hemi-nasal.

vias ópticas : partes de lançamento do quiasma. Que contenham fibras 2 Hemi-retinas olhando na mesma direção. Contornando as pedúnculo cerebral e terminar no corpo geniculado lateral (que se projecta a partir da face lateral do pedúnculo cerebral.

radiação óptica : neurónios na sequência do geniculado. Formar lâmina matéria branca intracerebral (face exterior do ventrículo lateral para o córtex visual da face interna do lobo occipital)

Curso do Dr. Hidouci – Faculdade de Constantino