aparelho genital

0
11560

Introdução :

A embriologia é uma disciplina científica que engloba a descrição morfológica das transformações do’ovo fertilizado no organismo. Embriologia é o desenvolvimento da ciência. Estuda-se as principais fases de reprodução de organismos. Em L’raça humana, Na reprodução sexual e ocorre de acordo com um ciclo chamado o ciclo de reprodução, que compreende 3 estágios :

  • o gamétogenèse, formação dos gametas. Ele inclui a meiose que permite a formação de células haplóides e de mistura de genes intercâmbios trocas.
  • fertilização, fusão d’um gameta masculino, esperma, e D’um gameta feminino, eu’ovócitos permitindo a restauração da diplóide e a formação de’um novo indivíduo geneticamente original.
  • desenvolvimento, formação de’indivíduo de’ovo fertilizado (ou zigoto). Tem lugar em 2 grandes períodos :

– o período embrionário que é o desenvolvimento de esboços de vários órgãos. visita’homem, dura 2 meses a partir da fertilização.

– o período fetal que é a formação de órgãos a partir dos moldes. ele s’se estende de 3th meses até o final da gravidez.

Durante o desenvolvimento do embrião, vários fenômenos observados :

→ A primeira semana, a formação do embrião começa no momento da fertilização, eu’segmentos de ovo d’primeiro em 2, em 4, em 8 um 16 células ou blastómeros, terminando em uma mórula enquanto migram para o’útero para onde vai s’implantar.

A mórula aumenta gradualmente d’uma cavidade que forma o blastocisto que consiste no botão embrionário e no trofoblasto,

→ segunda semana, o embrião assume a forma de’um disco com duas folhas, eu’ectofila localizado no’lado de fora, e’entofilo localizado no’interior. C’é pregastrulação.

→ terceira semana, Uma terceira folha, o mesoblasto é colocado entre o’ectofila el’entofila formando as três folhas fundamentais que estão no’origem dos órgãos e’conjunto de sistemas que permitirá a’organismo humano para funcionar normalmente. C’é gastrulação. O mesoblasto formará parcialmente o’eixo longitudinal do embrião, em torno do qual s’organizar somites, a partir do qual vai crescer cartilagem e músculos.

→ A quarta semana, parte de’ectoblast está lá’origem do desenvolvimento do sistema nervoso.

Embriogênese é a formação do embrião com a implementação dos primeiros rascunhos de órgãos inclui 3 fases :

  • uma fase de pré-morfogénese. Corresponde à primeira semana de desenvolvimento e descreve a fertilização e segmentação do’ovo.
  • primordial morfogénese de fase que tem lugar durante a segunda semana e em que formam as duas camadas germinativas, c’é pregastrulação, durante o qual s’individualista 2 folhetos provisórias, (ectophylle e entophylle).
  • uma fase morfogénese primária que tem lugar durante a terceira semana e em que são formadas a terceira camada embrionário (mesoderme), é gastrulação.
  • uma fase de morfogênese secundária que ocorre durante a quarta semana durante a qual s’descreve o sistema nervoso e’circulatório.
  • A fase final, a partir de morfogénese 4th desenvolvimento semana e continua para o 2th mês c’é’organogenèse. Durante esta fase s’delinear os diferentes órgãos.

Eu- SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO :

Ainda chamado « Sistema reprodutor masculino », inclui’conjunto de órgãos que participam da função reprodutiva. Amadurece tarde e não se torna totalmente funcional até’na puberdade. Ele tem duas funções :

  • função exócrina : emissão de esperma.
  • função endócrina : produção d’hormônios sexuais masculinos (principalmente a testosterona).

UMA- genitália externa :

Os genitais externos incluem o pénis e escroto.

1- pênis :

Também chamado de pênis, o pênis está lá’órgão que garante’ejeção de esperma, chamada ejaculação, no momento da relação sexual ; também permite’evacuação de’urina.

O pénis é constituído principalmente de 2 corpos cavernosos ed’um corpo esponjoso.

Quando’homem é sexualmente excitado, estes órgãos incham com sangue e os endurece pênis : C’é’ereção. a bolota, é’ponta arredondada do pênis. No final é um furo, meato urinário. Ele também é coberto por uma pele, o prepúcio.

2- Escroto :

O escroto é a bolsa que rodeia e protege os testículos. Também chamado de bolsa de estudos, o escroto mantém os testículos a uma temperatura abaixo do corpo, 34.4 ° C a l’homem. C’é um saco de pele mais ou menos pregueada, geralmente mais pigmentada de pele do corpo, peludo. O escroto é dividido em dois compartimentos, bolsas de estudo, cada um contendo um testículo, Em vez de produzir esperma.

B- genitália interna :

Eles são compostos por : testículos, epidídimo, canal deferente, eu’uretra e glândulas (vesículas seminais, próstata, glândulas de Cowper).

Figura 1. corte sagital reprodutor masculino dispositivo

1- testículos :

glândulas genitais masculinos, produzindo esperma. estas glândulas, oval, em número de dois, está prestes 3.8 cm de comprimento e 2.5 cm de diâmetro. Os testículos têm uma dupla função, exócrina (a formação de esperma) e endócrino (a secreção das hormonas masculinas pelas células de Leydig, localizado entre os túbulos seminíferos). Cada glândula é envolvido por uma membrana fibrosa, forte, resistente, d’um branco perolado, eu’albugine quem é’engrossa no pólo posterior superior, formando o corpo de Highmore.

O testículo contém 200 para 300 lóbulos, limitada por septos de tecido conjuntivo. Cada lóbulo contém 1 para 4 túbulos seminíferos que se aglutinam em um tubo recto que desemboca no testicular. C’é uma rede intra-testicular anastomosada que continua através dos ductos eferentes e depois através da’epidídimo.

Figura 2. organização testicular Geral

2- epidídimo :

membro alongado pequeno, localizado no bordo superior posterior do testículo. Consiste no ducto epididimário enrolado sobre si mesmo, cuja função é o armazenamento de esperma, de testículo, e estende-se através do canal deferente. O esperma permanece neste epidídimo em forma de corda até’na hora de’ejaculação, quando’eles são ejetados no ducto deferente, o que leva o esperma ao’uretra. eu’epidídimo é o local onde o esperma amadurece, onde são naturalmente renovados e onde são destruídos s’ele n’não há relação sexual. eu’epidídimo cobre o testículo. A parte mais espessa, o pólo superior, s’chame o chefe da’epidídimo. Ele contém os ductos eferentes. A parte inferior, ou cauda do’epidídimo, continua com os canais deferentes.

3- tecido intersticial :

C’é tecido conjuntivo frouxo, sangue na rica e capilares linfáticos. Ele contém bolsos de células de Leydig, constituindo a glândula intersticial testicular. C’é uma glândula

endócrino difusa representando aproximadamente 3% o volume dos testículos. das células de Leydig desenvolve andrógenos testiculares, principalmente a testosterona, em sinergia com FSH, garante a manutenção e’integridade da linha germinativa.

4- túbulos seminíferos :

Estas são complicadas túbulos medindo cerca de lm e longo 150 para 180 pm de diâmetro. Eles estão rodeadas por uma bainha de tecido conjuntivo, a bainha peritubular e são delimitadas por l’epitélio seminal, repousando sobre uma membrana basal.

5- epitélio seminal :

Trata-se de 70 pm d’espessura e tem 2 tipos de células : células germinais masculinas primárias (espermatozóides togo espirro) células de Sertoli de suporte. durante a espermatogênese, células germinais migrar para o lúmen como e quando eles se desenvolvem. O compartimento contém adluminal espermatócitos e células germinais mais maduros

6- As células da linha germinal :

sua evolução, durante a espermatogênese, é feito no’espessura de l’epitélio, com migração a partir da periferia para o lúmen do tubo. Eles compreendem sucessivamente :

  • As células estaminais ou espermatogônia : estes são os dispositivos. Eles dividem dando’por um lado, uma nova célula-tronco ed’por outro lado, uma célula evoluindo para a espermatogênese.
  • Os espermatócitos primários, em seguida, secundário
  • espermátides
  • esperma
Figura 3. estrutura de parede do túbulo seminífero e o compartimento intersticial

Meiose ocorre na fase de espermatócitos. A primeira divisão, reducional, fornece o espermatócitos primários cruzando espermatócito secundário. o segundo, equational, dá espermátides, haplóides. Espermátides sofrer diferenciação, o spermiogenèse, que resulta na libertação dos espermatozóides para o lúmen do tubo (spermiation).

7- células de Sertoli :

Estas são grandes células somáticas que são’estendem-se da membrana basal até o lúmen do tubo. Suas faces laterais são deprimidos para acomodar células germinais

perto. Eles têm um papel de apoio para as células germinativas e são essenciais para o sucesso da espermatogênese. Eles diferem pouco antes da puberdade.

Para o terço externo do’epitélio, existe entre as células de Sertoli, junções apertadas, que separam o’epitélio seminal em 2 compartimentos :

  • Um compartimento externo onde as células mais jovens estão localizados (espermatogias et espermatócitos I).
  • Um compartimento interno, abluminal, contendo os elementos mais avançados.

As células de Sertoli são os únicos intermediários entre o compartimento interno e o resto do’organização. Eles participam da barreira hemato-seminal. células de Sertoli não se multiplicam.

8- canal deferente :

longo de 45 cm, estender o do’epidídimo e garante o trânsito de espermatozóides para o’para’uretra.

9- uretra :

C’é um conduto que conecta a bexiga e os ductos ejaculatórios ao’lado de fora. Permite’evacuar’urina durante a micção e sêmen durante a micção’ejaculação. Origina-se na base da bexiga, através do corpo cavernoso do pénis e termina com o meato uretral. C’é o canal único onde o 2 canal deferente.

10- glândulas apêndices :

ele s’atos de 2 vesículas seminais, glândulas da próstata e Cowper

  • vesículas seminais :

Garantir a secreção de’um líquido usado na composição do esperma, quando a passagem de esperma dentro do canal deferente. Eles desenvolvem uma secreção produto : 2/3 do volume de’ejacular de várias naturezas (nutrição necessária frutose e mobilidade dos espermatozóides) Ambas as vesículas se assemelham pequenos bolsos bulbosa localizado logo acima da próstata.

  • Próstata :

Composto por músculos lisos e tecido glandular, envolve a parte inicial do’uretra, logo abaixo da bexiga. D’um diâmetro d’sobre 38 milímetros, a próstata secreta um líquido claro que’ela derrama no’uretra no momento da’excitação sexual. Esse líquido alcalino precede o esperma e ajuda a reduzir a’acidez das secreções vaginais.

  • Glandes Bulbo-urétrales :

ou (glândulas de Cowper), estes são dois lóbulos do tamanho de’uma ervilha de ambos os lados’outro dos’uretra e secretam um lubrificante no’uretra para facilitar o transporte de espermatozóides no momento da’ejaculação.

II- reprodutiva da mulher :

Ele consiste em:

  • o 2 ovários ou glândulas genitais
  • trato genital ou trato genital : trompas de Falópio ou ovidutos, eu’útero e vagina com as glândulas anexas.
  • Os genitais externos.

UMA- genitália externa :

A parte exterior é a vulva e compreende :

1- labia : Duas dobras geralmente pigmentadas da pele do que o resto do corpo e coberto de pêlos a partir da puberdade. Eles cobrem o’abertura dos ductos urinário e vaginal.

2- labia : duas dobras da rosácea cor da pele, deitado no’dentro dos grandes lábios. Eles inchar e ficar vermelha com o fluxo sanguíneo durante a estimulação sexual. Eles contêm duas aberturas: eu’um pequeno, eu’uretra para evacuar’urina, eu’outro que corresponde ao’entrada para a vagina.

3- Hímen : c’é uma pequena membrana que fecha parcialmente o’orifício vaginal, para 1 cm sobre l’entrada dele. eu’obturador f—’é apenas parcial para permitir que o’fluxo de regras. eu’hímen f—’não tem utilidade fisiológica : ele é’atos do vestígio embrionário da membrana que separa’originar ambas as partes da vagina d’origem embrionária diferente, encerra parcialmente’entrada para a vagina. C’é uma membrana fina que pode tornar a primeira relação sexual mais ou menos dolorosa e até causar o fluxo de sangue quando’ele é perfurado.

4- Clitóris : broto exterior pequeno de tecido, eu’equivalente da glande do pênis. Está localizado na junção dos pequenos lábios em direção ao’frente e coberto com’um boné (equivalente do prepúcio), formada em parte por pequenos lábios.

5- glândulas Bartholin : em número de dois, localizado em ambos os lados’outro dos’orifício vaginal, secretar algumas gotas de’um líquido lubrificante no momento da’excitação sexual. Eles estão ali’equivalente das glândulas de Cowper do’homem.

Figura 4. Sistema reprodutor feminino

B- genitália interna :

Os órgãos genitais internos da mulher incluem : os ovários, as trompas de Falópio, eu’útero e vagina.

1- ovários :

As gônadas das mulheres ou ovários, em número de dois, estão localizados em ambos os lados do’útero e mantido no lugar por diferentes ligamentos. Eles são do tamanho de’amêndoa grande e tem a função de produzir ovos, d’garantir sua maturação e sintetizar hormônios femininos, estrogênio progesterona.

Figura 5. Anatomia de l’sistema reprodutivo feminino

Em uma xícara de’ovário, on distingue:

  • epitélio do ovário, cúbico
  • eu’Albuginae ovariana
  • a região cortical que contém os folículos dos ovários, em diferentes fases da sua evolução
  • região medular com uma área de parênquima conjuntivo e uma área hilar fibroso

2- trompas de falópio :

As trompas de Falópio são duas condutas estreitas & rsquo; sobre 10 cm, que de início a partir do fundo do útero para avançar para cada ovário mas sem contacto directo com eles. A parte dos tubos próximos ao ovário é’expande para formar um cone com franjas, pavilhão. Na hora de’ovulação, as franjas vêm para aproveitar o’óvulo para’ajudar a superar

pavillon. Então ai’óvulo sobe o tubo até’para’útero. As trompas de Falópio são o lugar onde tua também pode realizar a esterilização fêmea; esta operação s’chamado ligadura tubária. O tubo é formado por quatro porções: pavilhão, eu’ampola, eu’istmo e a porção intersticial.

Figura 6. Estrutura do’ovário

3- útero :

eu’útero é um órgão oco d’sobre 7,5 cm de comprimento e 5 cm de largura, na forma de uma pêra invertida, localizado acima da bexiga e firmemente ancorado por ligamentos. eu’útero se divide em três partes : o fundo de’onde os dois tubos vão, o corpo, parte superior fortemente musculosa e capaz de’aumento significativo de volume durante a gestação e o colo do útero, parte mais estreita que se projecta na vagina e que segrega um muco chamado muco cervical. eu’abertura do pescoço é uma pequena abertura que permite’entrada de espermatozóides no’útero, a saída de sangue menstrual e que pode ser’aumentar para mais de dez centímetros quando’parto.

C’está no corpo do’útero que é’implantar o’O óvulo fertilizado e a placenta se formarão, o que garante trocas entre o feto e o corpo da mãe..

Os compreende uma parede uterina 3 túnicas:

  • mucoso (endometrial) compreende um epitélio simples prismática com células ciliadas e células secretoras
  • o muscular (miométrio) Que consiste em feixes de fibras musculares lisas.
  • natureza serosa do tecido conjuntivo elástica

4- vagina :

A vagina é um tubo em forma de espessura órgão muscular 7 para 10 centímetros Comprimento, localizado entre a vulva e o colo do útero’útero. Permite a saída do fluxo menstrual durante as regras e a passagem do bebê durante o período’parto (sua capacidade de expansão é muito grande). Ele é humedecida e lubrificada por muco cervical. C’é um ducto muscular- membranoso, cuja parede consiste 3 sofás: mucoso, muscular e ervas daninhas.

Figura 7. Taça de’endometrial

Curso do Dr. A HECINI – Faculdade de Constantino