aterosclerose

0
7158

Eu- GERAL – DEFINIÇÃO :

A aterosclerose é uma doença do sangue crônica cuja etiologia ainda é desconhecida. O papel no aparecimento de lesões, fatores hemodinâmicos, metabólica local e distúrbios gerais

(hyperlipemia, diabetes, etc) realmente uma doença que se integra com tanto o metabólica e doença vascular.

OMS definição (1957) : A aterosclerose é uma alteração da íntima associação variável das artérias médias e grandes que consistem de uma acumulação focal de lípidos, hidratos de carbono complexos, sangue e seus derivados, depósitos de tecido e de cálcio fibrosos, tudo acompanhado pelas mudanças de mídia.

II- CIRCUNSTÂNCIAS DE APARÊNCIA :

  • A aterosclerose é uma doença cuja frequência aumenta com a idade, as primeiras lesões aparecem em adultos jovens, início da adolescência.
  • Sua progressão é insidiosamente.
  • Revelação para uma idade mais ou menos final (depois de média 50 anos), manifestações clínicas geralmente ser o facto de complicações devido à obstrução parcial ou completa da artéria.

III- LOCALIZAÇÃO DE DANOS :

Aterosclerose atingiu artérias elásticas de modo selectivos (aorta) e músculo-elástica (grandes artérias de venda automática). As lesões predominam nas curvas, bifurcações, garantia nascimento, segmentos arteriais ligados à cadeia, ou seja nos territórios ou aparecer distúrbios no fluxo sanguíneo

IV- ASPECTOS DA anatomia patológica aterosclerótica lesões :

Lesões da aorta :

1- dano inicial :

MACROSCOPIE : Pode-se reconhecer :

  • O gelatiniform elevações : pequenas elevações translúcidas, saliente para o lúmen.
  • As estrias de gordura : tiras estreitas de alguns milímetros a 1 cm de comprimento, alongadas na direcção do escoamento.
  • aspectos reticuladas : rede formada por elementos transversais e longitudinais estrias gordas.
  • As placas fibrosas : áreas de acinzentada espessamento da íntima.

histologia : Os três primeiros tipos de lesões são constituídos por células carregadas de lípidos. Estas células são histiócitos, fibroblastos ou mioblastos. Seus cachos são agrupados sob a íntima. lesões edema no tecido intersticial da íntima pode ser associado.

A placa fibrosa é feita de um esclerose edematosa muito jovem com alteração das lâminas elásticas mais interiores.

EVOLUÇÃO : Apenas os dois primeiros aspectos seria provável que desapareça gradualmente ; outros evoluir para danos permanentes.

2- A PLACA ATEROSCLEROSA :

MACROSCOPIE : Dois aspectos são reconhecíveis :

  • A placa leitoso : formação lenticular, inferior a um centímetro, projectando-se para o lúmen do vaso, superfície lisa, brilhante, acinzentada ou amarelada.
  • A placa cartilaginoso : formação irregularmente arredondada 3-4 cm de diâmetro 1-5 mm, saliente para o lúmen, afunda na mídia diluído próxima, branco perolado, de consistência dura, cartilagineuse, ter de cortar uma porção central feita de lama migalha, amarelado, rodeado por um tecido fibroso branco pérola.

histologia :

  • A placa leitoso : corresponde à acumulação no tecido conjuntivo da íntima de mucopolissacáridos ácidos, às vezes de fibrina. O contato com depósitos, aparecem histiócitos, fibroblastos e miofibroblastos da mídia. Estas células são responsáveis ​​pela lípidos e tornarem-se células de espuma.
  • A placa cartilaginoso : como resultado da necrose de tecidos conjuntivos e lipophages, aparece detritos celulares formado e especialmente lípidos. No tecido conjuntivo vizinho tem histiócitos, células gigantes e lipophages. A esclerose colagénio rodeia o foco necrótica. Estas lesões são na parte profunda da íntima e são acompanhados por danos aos meios de comunicação ( fragmentação de lâminas elásticas, fibrose intersticial, desaparecimento de fibras musculares lisas).

3- FERIMENTOS ADVANCED :

A aterosclerose é um processo evolutivo irreversível que inexoravelmente se agrava. As placas estendem, confluência para deformar por vezes uma parede aórtica inteiro. Vê-se depósitos de cálcio percebendo calcificações visíveis na radiografia.

4- COMPLICAÇÕES :

  • o anévrysme
  • trombose parietal com risco de embolia.

FERIMENTOS VENDING ARTÉRIAS

Estes são geralmente os mesmos, algumas características são dignos de nota :

  • Importância de múltipla íntima.
  • Evolução no sentido de uma redução gradual da luz ( estenose ) reduzir a quantidade de sangue alcançar os tecidos, com isquemia durante o exercício ( angina, intermittente claudicação ).
  • Risco de obliteração súbita por trombose ou hemorragia dentro de placa aterosclerótica, enfarte responsável.

V- MÉCANISMES PHYSIOPATHOLOGIQUES DE L’ATEROSCLEROSE :

UMA – Humoral TEORIA OU PLASMA :

Explicar o ateroma por depósitos de elementos sanguíneos na parede com fenómenos degenerativa secundário, distúrbios lipídicos sendo a principal causa de depósito aterosclerótica.

B – TEORIA ou tecido PARIETAL :

Evocando uma condição inflamatória ou parede inicial distrófica. As lesões ateroscleróticas cedo começa na íntima arterial, que desempenha um papel importante na filtragem do plasma-infusão da parede arterial.

Os principais mecanismos são discutidos :

1- Edema da íntima e lesão endotelial :

  • edema secundário a lesão do endotélio tornando-se permeável. lesons endoteliais ser devido a factores ou hemodinâmico (HTA), ou bioquímica (serotonina, catecolaminas).
  • Outras causas possíveis : Rupturas das lâminas resilientes com toques de luz hipertensiva, anormalidades de síntese de fibroblasto sob o efeito de envelhecimento- diabète.

2- depósitos lipídicos :

espaços aumentar em tamanho entre as células endoteliais intercelulares que permite a passagem de moléculas maiores que normalmente e, em particular, a lipoproteína de transição.

3- depósitos de fibrina :

Desde o fibrinogênio plasma.

4- A lesão endotelial e trombose parietal :

Qualquer violação induzir comissionamento endotelial do mecanismo de adesão de plaquetas. Os coágulos formados são então incorporados gradualmente para a íntima e a lise dos eritrócitos e plaquetas fornece lípidos na parede.

5- mecanismos auto-imunes :

Papel de auto-imunidade F.

WE- FATORES DE RISCO :

1- L'AGE : A frequência de aterosclerose aumenta com a idade.

2- SEXO : Mulheres são menos afetadas antes da menopausa, Isto é devido ao conferir proteção como seu estrogênio natural.

3- SAÚDE : O desenvolvimento sócio-económico e dieta desempenham um papel importante.

4- FUMAR : algum papel.

5- O chão PAPEL, a constituição genética, antecedentes familiares é retida.

6- HTA, obesidade, hyperlipemia, diabetes.

Estes factores de risco, associar mais frequentemente. Eles são importantes para saber para realizar a prevenção da aterosclerose, só significa atualmente em médicos de posse para reduzir a frequência de acidentes devido a aterosclerose, que atualmente representa a maior causa de morte antes do câncer em França.

Curso do Dr. N. lema – Faculdade de Constantino