dispnéia aguda

0
8859

Eu- Introdução :

  • A DA é uma emergência médica comum, uma das principais causas de consulta de’emergência
  • etiologias múltiplos, alguns podem ser risco de vida
  • O dg é baseado no’exame clínico e exames paraclínicos simples
  • Reconhecer emergências graves respiratórias, cardiovascular ou metabólica, dg que requerem tratamento imediato e urgente

II- definições :

  • A dispneia é uma sensação dolorosa subjetiva, um gene durante a respiração, sentiu como falta de ar, falta de’ar, sufocação
  • Os sintomas agudos = < 2 semanas
  • polypnoea (tachypnée) Respiração rápida = EN > 20/me, +/- superfície
  • Ortopneia = D Decúbito dorsal obrigando o paciente a respirar de uma posição sentada

III- fisiopatologia :

  • complexo, imperfeitamente conhecida
  • Percepção nos músculos do dispositivo respi, incompatibilidade de tensão (SNC) e comprimento
  • Desequilíbrio entre’ativação do comando central inspir (sinal activador) e movimento ventilatório (mecanismos inibidores)
  • Os sinais R parede torácica, pulmão, bronquial, VOCÊ, Chemor central e dispositivo
  • Integração no tronco cerebral, Central córtex

IV- abordagem de diagnóstico :

1- interrogatório :

  • major
  • Pode ser suficiente por si só para fazer o diagnóstico
  • Idade e sexo
  • história médica
  • Características dispnéia clínica
  • história cardiovascular :
Tabela I. – Sinais clínicos de gravidade na presença de’dispneia.

+ HTA, doença da artéria coronária (angor, IDM, bridging)
+ difusa aterosclerose (AVC, Artérite Ml)
+ Fatores de Risco MTE (ATCD, cirurgia, ele tement, neoplasia)

  • história pleuropulmonar: Os sinais de DPOC, exposição ocupacional (amianto, sílica, aerossóis), produtos farmacêuticos, fumador (> 20 PA)
  • imunodepressão (VIH, doença de sangue, quimio) distúrbios de deglutição, contexto
  • Caractéristiquescliniques:
  • intensidade
  • continuando, intermitente, repos, atividade
  • instruções’instalação, espontâneo, brutal, progressivo
  • Condições d’aparição: horário, temporada, gatilhos
  • passo, tempo (inspiratório, expiratório)
  • posição parla modificação
  • agravamento noite
  • antiguidade
  • acompanhamento de sinais

2- exame físico :

  • ações simples
  • Os sinais de gravidade
  • Vamos fazer o dg, a causa mais provável

UMA- exame Pleuropulmonaire :

  • Inspeção
  • passo, deformidade torácica, movimentos anormais
  • Expansão do peito (BPCO, asma, enfisema)
  • Diminuir’expansão d’um hemitórax
  • Inspeção Neck, suprasternal oco, supraclavicular (imprimir, massa, turgescence)
  • Contracção do músculo inspiratoire du SCM
  • Balancement tóraco-abdominal, movimento do tórax paradoxal
  • queima nariz
  • cyanose
  • exame físico do tórax
  • Percussão : timpanismo unilateral, embotamento
  • auscultação : assimetria, sons respiratórios diminuídos, crepitações, pieira, stridor, atrito pleural
dispneia : orientação etiológica de acordo com a’auscultação

B- avaliação cardiovascular :

  • Sinais de’insuficiência cardíaca: jugular turgor, refluxo Hépatujug, HPM dolorosa, edema dos membros inferiores, medição BP
  • auscultação: galope, respiração, arritmia, atrito pericárdico

C- exame físico :

  • O resto do’o exame deve ser completo
  • síndrome infecciosa, sinais de’anemia, palpação cervical e da tiróide, áreas de linfonodo cervical

3- suplemento Comentários :

  • útil, confirm dgou avaliar o impacto da doença subjacente
  • 3 testes simples: Rxthorax- ECG -gazométrie
  • Outro com base no contexto, eu’exame físico, e resultados de testes simples

UMA- Radiografia do Tórax :

  • Oriente etiológico dg
  • ótima interpretação radiológica sd (alveolar intersticial, bronquial, vascular, pleural,,,)
  • distensão torácica (asma, IRsC)
  • Tamanho do coração

B- gases no sangue arterial :

  • duas situações: hipoxemia com hipercapnia,hipoxemia, sem hipercapnia
  • Hipoxemia, hipocapnia = efeito shunt
  • EP, asma, OAP, pneumonia bacteriana
  • Hypercapnie

C- eletrocardiograma :

  • causas cardíacas
  • isquemia do miocárdio, distúrbio do ritmo, hipertrofia, sinais de’EP (AD desvio, S1Q3, BBD…)

D- ecocardiografia :

  • não invasivo, causa cardíaca
  • Valvulopathie, hypokinésie, cardiopathie hipertensiva, derrame pericárdico, sinais de’EP (aguda cor pulmonale

E- outros exames :

  • D-dímero
  • marcadores de inflamação (CRP, PCT)
  • enzimas cardíacas (Tropo, mioglobina, CPK, transaminases)
  • B-peptídeo natriurético tipo (BNP) e NT-proBNP
  • A tomografia computadorizada
  • pulmão Ultrasound

V- diagnóstico etiológico :

1- asma aguda :

  • Fácil de usar’anamnese
  • jovem, Crise noite dispnéia sibilante, esforço ou primavera, ATCD pessoal ou familiar d’alergia, asma infantil, bronchiolites)
  • pieira, travagem expiratório
  • RT (distensão torácica, fator desencadeante)
  • Os sinais de gravidade, síndrome de ameaça
  • asma grave

tratamento etiológico

  • asma aguda:

aerossóis p2-mimético : Salbutamol-terbutalina (Ventoline-Bricanyl)

anticolinérgico : Atrovent – Brometo d’Nebulização de ipratrópio 5mg / 0,5mg20min, 3 vezes / h e depois a cada 4 horas corticosteróides : Solumedrol 2mg / kg, hidrocortisona 15 mg / kg

2- broncopneumonia :

  • tabela III. – Manifestações clínicas de’hipóxia e hipercapnia.

    TEMPO, febre, calafrios, tachypnée, taquicardia

  • tosse, expectorations purulentes, dor tho
  • embotamento, crepitações, tubária respiração
  • opacidade sistematizado, pleurisia, fotos bilaterais
  • retiradas

tratamento :

terapia antibiótica probabilística precoce

  • fMactamine, + ácido clavAmoxicilline
  • C3G: cefotaxima
  • Fuoroquinolones: lévofloxacine
  • amostras bacteriológicas

3- descompensação aguda da DPOC :

  • Tableau VII. – Principais causas de surtos agudos de descompensação da pressão arterial’insuficiência respiratória crônica.

    idoso, IRC

  • fator décompensant
  • polypnoea, imprimir, abdominothoracique respiração, sibilantes
  • Signes d'ICD, galope direita
  • Sinais de hipoxemia – hypercapnie .
  • tórax Radio, gasometria

tratamento :

  • aerossóis p2-mimético
  • anticolinérgico
  • ventilação mecânica
  • TRT da causa

4- OAP :

  • Líquido d’origem plasmática difusa em espaços extravasculares do pulmão
  • eu’edema de hiperpressão capilar pulmonar (cardiogénique senior)
  • eu’edema por alteração da membrana alvéolo-capilar (edema lesional)

OAP lesional

  • Aumento do coeficiente de permeabilidade da membrana alveolo-capilar.
  • A pressão capilar pulmonar é normal ou baixo. O líquido d’edema tem um teor de proteína muito alto próximo ao do plasma.
  • insuficiência respiratória aguda com subsequente evolução possível no sentido de fibrose intersticial : a síndrome da angústia respiratória aguda.

etiologias :

  • infeccioso, gripe, septicémies, choque séptico…
  • tóxico, inalação de gases tóxicos, de ventilação com oxigénio puro, inalação de fluido gástrico (syndrome de Mendelsohn).

evolução :

  • 3 fases :
  • com edema pulmonar início súbito
  • 2fase nd com lesões inflamatórias, edema, constituição de membranas hialinos
  • 3th é a fibrose pulmonar crónica.
  • A consequência = Transtorno trocas gasosas, hipoxemia refractário por derivação
  • sem ventilação e perfusão mantida.

cardiogénique senior

  • súbita ou crónica pulmonar elevada pressão capilar cunha.
  • esforço dispnéia, ortopneia noite, picareta, produtivo, espumoso, rosa salmão
  • crepitações, bases, "Tide", galopa à esquerda
  • RT: opacidades alveolares bilaterais em "asas de borboleta", cardiomegalia
  • ECG: doença cardíaca causal

3 fases

  • hipertensão venosa única
  • Estágio d’edema intersticial
  • edema alveolar

etiologias :

  • insuficiência ventricular esquerda
  • barreira mecânica sem insuficiência ventricular esquerda

tratamento :

  • diuréticos : furosemida (Lasilix) / Bolus IV 40-80mg
  • nitratos : Di nitrato d'isossorbida, nitroglicerina (Risordan, Lenitral) 1-Bmg puis perfusão 3-10mg / h

monitoramento PA :

  • Tonicardiaques: dobutamina
  • Ventilação não invasiva
  • O tratamento da causa (IDM, distúrbio do ritmo…)
Fator de risco

5- embolia pulmonar :

  • diagnóstico difícil
  • fatores que contribuem (TVP antecedente, cirurgia, ele tement, Câncer…)
  • início súbito
  • dispneia, dor tho, hémoptysies
  • RT: enfarte pulmonar, ECG (CPA)
  • gasometria: hypoxémie-hypocapnie
  • D-dímero, eco + cardiografia, peito CT angiografia, angiografia, cintilografia

Sintoma / sinal

tratamento :

  • dose curativa coagulação Anti : MRPA / heparina não fracionada: formas maciças
  • thrombolyse: embolie maciça, choque, cardíaca pulmonar aguda
  • embolectomia cirúrgica

6- Pneumotórax :

  • Pós-traumático ou espontânea
  • dispneia + peito inspiração dor
  • timpanismo
  • enfisema subcutâneo
  • Rádio
  • exsuflação, drenagem

7- tuberculose :

  • contage
  • Alteração do’doença
  • Sinais de’impregnação, suores noturnos
  • adenopatias
  • Rádio: efusão, caverna, miliar, ADP
  • IDR + pesquisa BK
  • tratamento da TB

8- câncer de pulmão :

  • Alteração do’doença
  • carcinoma hepatocelular
  • Rádio + digitalizador
  • cirurgia, quimioterapia

9- metabólico :

  • acidose metabólica: DKA. insuficiência renal aguda…
  • tratamento etiológico

10- neuromuscular :

  • Polyradiculonévrite aigue PRN, myasthénie…
  • tratamento específico
  • ventilação mecânica

11- corpo estranho brônquico intra :

  • criança
  • contexto
  • de asfixia, síndrome penetração
  • Rádio + digitalizador
  • broncoscopia

12- edema de laringe :

  • angioedema
  • choque anafilático
  • traumático
  • adrenalina, corticosteróides

13- outros diagnósticos :

  • Estrangulamento, submersão, afogamento…
  • Intoxicação

14- envenenamento por CO :

  • monóxido de carbono
  • inodoro, incolor, insípido
  • Freqüente e grave
  • Eue causa de mortes por intoxicação
  • eu’hemoglobina tem afinidade 230 vezes maior para CO do que para’oxigênio

fisiopatologia :

  • hipóxia, secundário para a formação de carboxihemoglobina (HbCO)
  • Toxicidade celular independente de’componentes imunológicos e inflamatórios da hipoxemia

sinais iniciais : dores de cabeça, náusea, vómitos, distúrbios da consciência, memória, tontura, fadiga

Os sinais de gravidade : coma, hipertônica calma, trismo, convulsões

sinais vegetativos : hipertermia, suores e rosa coloração "cochonilha" do tegumento

  • HTA, Rabdomiólise e insuficiência renal aguda, desconforto respiratório
  • ECG : taquicardia, arritmias, distúrbios repoiarisation, enfarte do miocárdio
  • caráter coletivo e Sazonal
  • O diagnóstico laboratorial:
  • Oxycarbonémie (mi / 100ml) > 0,2ml / 100mii
  • ensaio carboxyHb > 5%
  • CPK, troponina: isquemia MYOC, muscular
  • creatinina: IRA
  • Hyperleucocytose
  • gás de sangue normal

suportes CO

  • O CO da meia-vida é 320 ar minuto, 90 FiO2 minuto 100%, e 23 minutos numa câmara hiperbárica a 3 atmosferas
  • Oxigenoterapia FiO2 100%
  • Normobárica na máscara de alta concentração
  • 12 L / min durante 6 horas
  • indicações: ausência de sintomas e COHb < 15%
  • Terapia de oxigénio hiperbárica:
  • indicações :
  • Perda de conhecimento breve mesmo, distúrbio de consciência, convulsões, sinais neurológicos, gravidez, criança, doença pulmonar preexistente cardio, modificação do’ECG
  • HbCO > 15% com sintomas
  • HbCO > 25% mesmo sem sintomas
  • Cons-indicações: broncoespasmo undrained grande pneumotórax

WE- tratamento :

tratamento sintomático :

  • sessão
  • Oxygé nothérapie(SA02>90%)
  • por via intravenosa
  • Airway
  • A extracção da atmosfera tóxica
  • admissão na UTI (sinais de gravidade)

suporte ventilatório :

  • indicações : hipoxemia refractário, exaustão respiratória, distúrbios da consciência
  • ventilação mecânica convencional : intubação traqueal após a sedação
  • Ventilação VNI não invasiva: masque facial, requer a cooperação consciência e paciente (OAP, BPCO, pneumonia, imunossuprimidos)

VII- Conclusão :

  • Aguda dispnéia é um motivo comum para consulta de emergência
  • O diagnóstico é baseado principalmente no exame clínico e exames de diagnóstico simples
  • diagnóstico etiológico precoce permite iniciar o tratamento adequado, penhor de melhor prognóstico

Curso do Dr. FOUGHALI – Faculdade de Constantino