aguda glomerulonefrite (pós infecciosa)

0
7882

Eu- definição :

GNA pós infecciosa é uma doença glomerular relativamente comum em casa, 1 para 3 semana depois’infecção aparece edema, proteinúria moderada, hematúria, muitas vezes a hipertensão e IRA.

II- etiologia :

eu’O agente infeccioso mais frequentemente responsável é um grupo hemolítico A de estreptococos. (infecção especialmente ENT), vários tipos nefritogênicas serológica em particular tipo A12 ( responsável por’angina), A49 (responsável por’Infecção de pele). Aparecem frequentemente como d’epidemia às vezes esporádica ; infecção pneumocócica, staph- meningo ou seguinte’infecção viral (sarampo, varicela).

III- Clinique :

– excepcional antes do’idade 02 anos ; doença em crianças mais velhas.
– os primeiros sinais da doença aparecem 10 para 20 dias depois de eu’infecção :

  • mal-estar geral.
  • hematúria macroscópica confirmada por química urina.
  • Edema do rosto’é necessário procurá-los no nível dos membros inferiores
  • Proteinúria constante moderada excepcionalmente pode gerar um nefrótica nd (≠ hypoalbuminémie).
  • HTA pico moderado em >2 casos (ajuda dgc).
  • insuficiência renal aguda transitória, observada no 1/3 casos, ela é’acompanha d’oligúria mesmo d’anúria.

– Às vezes, os sinais são reduzidos pode passar despercebida.
– As vezes eu’criança apresenta complicações com risco de vida que requerem TRT’emergência :
+ sobrecarga cardiovascular e insuficiência cardíaca com PAO (galope) ou assistolia e morte se não TRT.
+ IRA mesmo com oligúria anúria.
+ Manifestação de’edema cerebral com dor de cabeça, convulsão, cegueira e compromisso (coma) morte.

IV- biologia :

(estigma’infecção causal)

  • Amostragem da garganta é geralmente negativo (se ENT infecção).
  • Dosagem de ASLO a uma distância do’infecção, repetido 2 para 3 cada 15 dias.
  • Diminuição do complemento hemolítico total CH50 mesmo no C3 fracionado mais cedo e que’normalizará depois 2 mês.

V- Anapath :

– À microscopia óptica dos glomérulos aparecem hipercelulares.
– Em grandes ampliações veremos multiplicação das células e células mesangiais chamar nos glomérulos (PNN em l’capilares do sangue interno).
– lado epitelial foi reduzida depósitos : CORCUNDA, para’imunofluorescência observamos um depósito de células no nível desses inchaços.

WE- Evolução e prognóstico :

  • Em favorável geral, com resolução de sinais em poucos dias.
  • hematúria microscópica irá gradualmente desaparecer em 6 meses.
  • GNA excepcionalmente recaída.
  • É preciso monitoramento’um ano a menos.

VII- tratamento :

– nenhum tratamento etiológico.
– monitorização da produção de urina, A função renal, TA e painel química.
– o tratamento é sintomático :

  • ATBpie à penicilina, eritromicina.
  • "Furosemida" diurética l-2mg / kg / dia inj, se l’criança f—’não urinou, repetimos a cada 2-4h e dependendo da’estado do’criança, podemos ir tão longe quanto’a 10mg / kg. Se eu’anúria persistente e / ou hipercaliemia- diálise.
  • Suplementação se hipocalemia.

– indicação de biópsia renal :
* precoce se os sinais clínicos não melhorarem ou’agravar.
* persistência de’hematúria macroscópica após 1 mês.
* hematúria microscópica depois 6 mês.
* sem padronização do C3 depois 2 mês.

VIII- diagnóstico diferencial :

  • pielonefrite aiguë (c’é uma infecção renal confirmada por’ECBU sem qu’há hipoalbuminemia).
  • nefrótica sd (proteinúria maciça).
  • glomerulonefrite crônica.

Curso Dr Abbas – Faculdade de Constantino