As propriedades eléctricas de pequenas moléculas e electrólitos

0
6917

Propriedades elétricas dos pequenos ELETRÓLITOS molécula

ELETRÓLITO :

Um soluto que produz iões suficientes para fazer uma solução condutora.

LEMBRETES :

  • Cada molécula antes de dissociação é electricamente neutro.
  • A concentração e a natureza dos iões de caracterizar a condutividade eléctrica de uma solução electrolítica.
  • A dissociação é o coeficiente de dissociação caracterizado.
  • O anião e catião são uniformemente distribuídas em todo o volume de uma solução : [(carregar (+) = carga(-)] princípio da electro-neutralidade.

O fator de separação :

α = número de moléculas dissociadas / nb total das moléculas iniciais

daqui 0 < um <1

a = 1 -> total dissociação (eletrólitos forte)

um < 1 -> dissosiation parcial

a = 0 -> não dissotiation (solução neutra)

EQUIVALENTE CONDUTIVIDADE LIMITED :

Limitada a condutividade equivalente é a condutividade equivalente que corresponde a um total de dissociação numa solução electrolítica a partir dos quais a = ???/????? = ???/ ???∞

A determinação do limite aeqli condutividade permite a classificação do electrólito em duas categorias:

  1. Forte
  2. baixo

ELETRÓLITO FORTE :

  • Qualquer electrólito que dissocia-se completamente em água (NaCl, NaOH, KOH, HCl)
  • Na solução de, encontrado iões maioritários única (fornecida pela dissociação de cristal ou molécula) e moléculas do solvente.

AxBy -> xA + yB+
t = 0 : [c] = C -> 0 + 0 = [C]
em t [c] = 0 -»x.C + y.C = [C]

eletrólitos fracos :

  • A ionização do soluto é parcial.
  • A solução contém os iões de soluto, moléculas do soluto e do solvente aqueles exp : ácido acético em água CH3COOH.

AxBy xA + yB+
(1- um).cm a.x.Cm + a.y.Cm / ? = ??? /???∞

UMA- LEI OWSTWALD :

– Para um electrólito (????) parcialmente dissociado na temperatura T com uma taxa de dissociação ?1 e uma taxa de deformação dos íons (??-,B?+) ?2
– no equilíbrio ?1=?2 ⇒ ?1???? = ?2??- ??+

?(?)=??/??=[?-]?.[?+]?/[????]

(K: constante de dissociação)

NOTAS :

?(?)=??/??=[?-]?.[?+]?/[????]

  • Esta relação exprime a lei de diluição Ostwalt.
  • atividades elétricas independentes.
  • Aumenta com a temperatura: aumento da agitação térmica promove o efeito de dissociação.
  • Depende soluto.
  • Depende da natureza do solvente.

B- ACT KALLRAUCH:

  • É um eletrólito fraco : ?? ⇌ ?- +?+
  • O limite de condutividade de um electrólito de baixo é a soma de cada condutividade do contorno destes iões.
  • pode-se determinar a condutividade de um electrólito de baixo a partir da condutividade de um electrólito forte :

??? = ? ×???∞

?∝(??) = ?∝(?-) + ?∝(?+)

Constante de equilíbrio e acidez CONSTANTE (ELETRÓLITO LOW BIT AB) :

NOTAS :

?=[?-].[?+]/[??]=??.??/?-?

AB + H20 = A + B+
Etat inicial Cm 0 0
Etat finais (1-um). Cm a.Cm a.Cm

EXEMPLO:

dissolver 0,1 Mol ácido fraco, AH observou num volume V = água 1l. A deste coeficiente de dissociação de ácido de uma = 0,08. determinar :

      1. a acidez constante K
      2. l’osmolarité ? da solução

RESPOSTA :

?? + ?2? = ?- + ?3?+

??= 0,1 ???/?

  1. K = ??.??/?-? = 0.1.(?.??)?/?-?.??= 6,96,10−4
  2. ? =?? = ??(1-um ) + um ?? + um ?? = ??(1+ um ) = 0,1 × (1 + 0,08) = 0,108 ?????/? = 108 mosmll

NOTAS :

A constante de equilíbrio K :

  1. depende do soluto
  2. depende da natureza do solvente
  3. Aumenta com a temperatura

DETERMINAÇÃO DO taxa de dissociação :

  • Se um "1, podemos escrever K = Ca2 portanto α = √ ? / ??
  • Se um não é pequena frente 1, temos de resolver a equação de segundo grau tem :

??um? + ?α - ? = ?

ELECTRÓLITO DU TIPO BA2

BA2 ⇌ B2 + + 2UMA-

?? (1 – um ) ⇌ ?? um + 2 ??

?=[?-]?.[??+]/[???]=??????/?-?

VARIAÇÃO DE αA

• mudança no coeficiente de dissociação para um electrólito do tipo BA2

BALANÇO Donnan :

Il y a du côté des macromolécules un excès d’íons diffusible, d’où une pression supérieure à la pression osmotique normale, esta nova pressão carrega a pressão oncótica nome. Les deux compartiments renferment une solution ionique contenant de leau et des ions capables de traverser librement la membrane (íons diffusible).

Opõe-se através de uma solução dialysanteune macromoléculas membrana ionizado KPR uma solução aquosa, por exemplo, KCl, les concentrations des ions diffusibles de part et dautre de la membrane ne peuvent ségaliser à cause de la présence de macromolécules chargées qui ne diffusent pas.

  • eu’équilibre est perturbé par la présence dans le compartiment 1 d’une macromolécule M chargée non diffusible.

Donnan POTENCIAL :

  • Du fait de la répartition asymétrique des ions de part et dautre de la membrane, há uma diferença de potencial chamado potencial Donnan (entre os dois compartimentos (potentiel qui permet dannuler le flux diffusif des ions).
  • Porque desequilíbrio concentração de ião, pressão osmótica é grandemente reduzida, c’é’effet Donnan.

Calcule a diferença de potencial :

♦ Quand on plonge métal dans une solution contenant lun de ses sels, uma diferença de potencial aparece.

♦A léquilibre, le travail thermodynamique de dissolution est alors égal au travail électrique de recombinaison des ions sur lélectrode : ?.?.????/??= ?.?.?

C2 : concentração do meio de 2

C1 : concentração do meio de 1

de: carga,

ℱ : Faraday

V : potencial

♦ A diferença de potencial entre o percebeu 2 soluções é dada pela lei de Nerst:

? = ??/?? .?? ??/??

NOTAS :

  • Pour faire disparaître leffet Donnan, deve-se aumentar a concentração de sal separável.
  • eu’effet Donnan est important dans le cas de capillaires sanguins et lors de la dialyse rénale afin :
  • para controlar o comércio de sal
  • minimizar a pressão osmótica.
  • d’éviter une forte migration deau à travers la membrane.

PROPRIEDADES COLLIGATIVESDES ELETRÓLITOS

soluções eletrolíticas :

  • as taxas de dissociação e de dissociação têm um efeito significativo sobre as propriedades coligativas de soluções electrolíticas.
  • Um fator foi proposto para explicar estes desvios :

ʋ = propriedade de ligação medido / valeu esperado para não - eletrólitos

onde o é o coeficiente de Van'tHoff.

LE COEFICIENTE DE VAN'THOFF :

  • Para levar em conta a presença de um electrólito, deve ser modificado expressões matemáticas de propriedades coligativas multiplicando a concentração de soluto pelo coeficiente.
  • Para solutos não-electrólitos, o coeficiente de igual Van'tHoffest 1.
  • Para solutos electrólitos, coeficiente L é maior do que 1. ʋ = 1 + A (i-1)

um : O coeficiente de taxa ou dissociação.
Eu : número de moléculas livres dissociado iões do soluto.
ʋ : nome d'osmóis.

FACTOR-VAN'THOFF EXEMPLO :

NaCl dissocia sólidas 2 iões em água: NaCl -> Na+ + Cl

Para cada mole do sólido se dissolver, obtém-se duas osmoles ião positivo em soluo.

propriedades coligativas dependem da concentração de partículas em solução; abaixamento do ponto de congelação de uma solução aquosa de NaCl deve ser duas vezes a de uma solução aquosa de um electrólito não tendo a mesma molaridade. o deve estar perto 2 para NaCl em solução (para um total dissociação).

COEFICIENTE VAN'THOFF-Equações :

Δ????? = ʋ?? × ??

Δ?é? = ʋ?? × ?é?

? = ʋ.?/?.??

(n : quantidade de material de substâncias não difusivamente)

FORMULÁRIOS

Eletrólitos e BIOLOGIA :

Muitas vezes, a ação biológica de um composto ocorre apenas se for dissociada.

  • cianeto de potássio é perigoso dissociada,
  • sais de morfina ter uma ação particularmente poderosa que eles são ionizados.
  • catiões de metais pesados ​​são altamente tóxicos;

Geralmente qualquer desequilíbrio iónico no corpo provoca distúrbios graves.

UMA- DROGA DIÉLECTROLYSE :

Ele usa a acção de campos eléctricos para entrar no corpo ionizado drogas anti-inflamatórias.

exp : em um reumatologia e medicina desportiva conjunta

A experiência de Leduc demonstrou o papel de um campo elétrico para penetrar os íons nos tecidos no início do século.

(coelho ligados ao ânodo atraindo NC- dies, enquanto o coelho ligado ao cátodo K + atraindo sobrevive).

B- titulação conductométrica :

♦ pode ser estudada uma reacção de neutralização (reacção ácido-base) por titulação conductiméctrique química; o ponto de neutralização correspondente ao mínimo de condutividade da solução de.

♦ Efetivamente, este é o ponto de neutralização como o mais móvel H + e iões OH- são na concentração mais baixa.

C- DOSAGEM CONDUCTIMÉTRIQUE :

• A condutividade é determinada pela concentração total de iões monovalentes (Cl-, nd +, K+, CO3H-) plasma sanguíneo.

• concentração de proteínas pondéraleCpp (g / l) abrandar o curso iões,

é necessário para calcular a condutividade corrigido a partir da condutividade medida pela seguinte fórmula empírica

???? = ???? × ???/??? - ?,????

Curso do Dr. Allouache – Faculdade de Constantino