Semiologia do’Angor

0
6673
  • síndrome de dor no peito que reflete uma isquemia miocárdica reversível (não causa lesão miocárdica permanente).

NB : isquemia nem sempre é doloroso.

  • eu’insuffisance coronaire résulte d’une inadaptation entre les apports et les besoins en oxygène du myocarde : la quantité de sang et/ou doxygène apportée au myocarde est insuffisante, au repos et/ou à l’esforço.
  • Os mecanismos podem ser :

A retração permanente (estenose aterosclerótica, dissecação, compressão extrínseca).

um espasmo : encolhimento temporária.

Um fluxo coronário ou diminuição da pressão de perfusão.

etiologias :

1/- aterosclerose : placas ateroscleróticas obliterante.

2/- Fatores de risco :

  • Era,
  • masculino,
  • HTA,
  • tabaco,
  • diabetes,
  • dyslipidémie,
  • obesidade.

3/- outras etiologias :

  • espasmo coronário
  • nascimento coronária anormal
  • Estenose secundária a terapia de radiação
  • estenose aórtica
  • regurgitação aórtica

CARACTERÍSTICAS SÉMIOLOGIQUES :

assento : retro-esternal +++, médio-thoracique, bi-mamária ;
irradiações : braço esquerdo, pulso esquerdo, mandíbula ;
Tipo : construtivo, apertado, aflitivo ;
intensidade : variável ;
Circunstâncias de aparência : esforço ;
acalmado por : descansar e nitroglicerina ;
fatores que contribuem : frio, respiradouro, emoção, período pós-prandial ... ;
escalabilidade : impede ainda mais esforço, regride em minutos ;
Frequência de ocorrência : variável, dependendo a importância de actividade física ;
equivalentes : d'esforço Blockpnée.

Se eu’un des ces 3 gestes est utilisé par le patient pour décrire la douleur La prohabilité quelle dorigine soit cardiaque est de 77 % – B. com. J., 1995.311:1660-1661

Classificação Funcional da dor (CCS) :

Classe I : Sem dor nas atividades físicas da vida diária
classe II : limitação moderada nos esforços da vida cotidiana
classe III : limitação significativa nos esforços da vida cotidiana
classe IV : Dor ao menor esforço, ou descansar

CASO ESPECIAL : angina instável

1/- Angor de repos :

dor espontânea, sem fator desencadeante +++

forma particular : angina espástica.

2/- Angor crescente :

Aparecendo para menos esforço e menos importante (agravamento de angina de esforço).

3/- Angor de novo :

novo início de início grave.

Nestes casos, existe uma ameaça evolutiva a um ataque cardíaco ou morte súbita.

EXAME :

Mais frequentemente do que o normal, a menos que :

  • Presença de sinais clínicos associados com factores de risco (xantelasmas, xanthomes tendineux).
  • A obtenção de um órgão por aterosclerose (golpe, distúrbios tróficos dos membros inferiores, pulso periférico ausente, blastos vasculares).
  • doença cardíaca associada : valvulopathie, estenose aórtica, especialmente.
  • insuficiência cardíaca associada.
xanthome
xantelasmas

eletrocardiograma de repouso :

  • Normal : maior parte do tempo (entre crítica).
  • seqüelas dïnfarctus : ondas Q de necrose.
  • sob- segmento ST ou negatividade da onda T em per-crítico.

Curso do Dr. H Foudad – Faculdade de Constantino