tumores renais

0
8431

Eu- Tumores renais’adulto :

os cancros parênquima renal representam 5 % cancros’adulto. O pico de frequência s’observe entre 50 e 70 anos, com predominância do sexo masculino (2/1).

Alguns factores causativos são demonstradas : fumador, doença de von Hippie Lindau que associa (O cancro do rim + cerebelo hemangioblastoma ou retina +/- phéochromocytome +/- cistos do pâncreas e rim), A esclerose tuberosa, Os pacientes crónicos de hemodiálise a longo prazo com doença adquirida multicística dos rins têm um maior risco de desenvolver tumores renais

II- estudo anatomopatológico :

O patologista tem um papel crucial no tumor renal patologia, ele permite ser um diagnóstico definitivo, classificando o tumor de acordo com a classificação de l’OMS, edição 2016, mas também d’estabelecer um estadiamento TNM que permita uma avaliação prognóstica, mas também dite o manejo terapêutico.

UMA- tumores benignos :

1- adenoma papilar : 7 para 22% autópsias, descoberta fortuita en’não tem impacto clínico.

ele s’age de’um pequeno tumor papilar, bem definida, mas não encapsulado, assento cortical, diâmetro < 1,5 cm.

microscopia : as papilas são revestidas com uma camada simples de células cubo-cilíndricas que não mostram’atipias.

2- adenoma metanéfrico : menos 100 casos publicados. idade média faria 40 anos com uma fêmea provável

Macroscopie : tumor arredondada, muito limitado, tamanho médio < 5cm.

microscopia : tubes, baías, brotos e massa de células idênticas juntos.

3- Oncocytome : tumor benigno do córtex renal, Representa 5 a 7% dos tumores de rim. eu’idade média é 62 anos, com predominância do sexo masculino.

Macroscopie : Tm muito limitado, mas possível invasão gordura dos rins, castanho ou amarelo camurça mogno com uma cicatriz fibrosa centro. As alterações são raras e kystisations.

4- angiomyolipome : C’é o tumor benigno mais comum do rim. Ocorre esporadicamente ou como parte de’esclerose tuberosa, onde o’angiomiolipoma é freqüentemente múltiplo e bilateral.

Macroscopie : tumor desencapsulados, +/* volumoso, eu’possível extensão renal perirrenal e / ou extra

microscopia : quota adiposo Triplo, muscular e vascular em proporções variáveis

5- epitelial e tumor estromal misturado : Mais comum em mulheres, eu’idade média é 45 anos

Macroscopie : tm arredondada, muito limitado, branco com cistos.

microscopia : grandes cistos ou micro cistos, por vezes, com proliferações papilares. cística adulto nephroma e pediátrica estão incluídos neste capítulo na nova classificação da OMS 2016

6- cistos : cistos simples urineux, diagnosticada por ultra-som e tomografia computadorizada, que ocorre principalmente em pessoas idosas.

B- malignidades :

1- carcinoma de células claras do rim : a maioria dos carcinomas renais comum (70 para 80%), eu’a idade média de início é 60 anos, chave 2 vezes mais d’homens que mulheres. Talvez esporádicos ou familiares que ocorre em pacientes com a doença de Von Hippel Lindau.

Macroscopie : muitas vezes volumoso, variegada cor amarela, rouge, dois à l’alternância de áreas tumorais carnudas, áreas de’hemorragia e necrose.

microscopia : tumor f—’não é papilar, formar a massa epitelial sólido, ou tubos ou estruturas em favo. As células são muitas vezes clara (rica em gordura e glicogênio), por vezes eosinófilos.

NB : Carcinoma das células renais claras e BVS gene (maladie de von Hippel Lindau) é uma variante deste carcinoma de células claras, muitas vezes cística, múltipla e bilateral

2- carcinoma de células claras multilocular cística :

Macroscopie : c’é um cisto multilocular

microscopia : a concha do cisto e as partições são delimitadas por’epitélio cúbico com pequenas células claras com núcleo regular.

Estas lesões são consideradas grau I Fuhrman, d’excelente prognóstico, c’é por isso que eu’OMS 2016 eu’renomeado : neoplasia multicística de baixo potencial maligno

3- carcinoma papilar : Representa 10 -15 % cancro do rim. Existem formas esporádicas e familiares. a frequência, eu’idade e sexo : Mesmo que o carcinoma de células claras.

Tm normalmente múltipla e bilateral como a sobrevivência carcinoma de células claras melhor do carcinoma de células claras: 80 para 90% para 5 anos.

Macroscopie : lesão bem definida do córtex.

microscopia : o tumor tem a mesma morfologia que eu’adenoma papilar, exceto que o tumor é maior. são calcificações freqüentemente encontrados (psammomes) e macrófagos espumosos.

4- carcinome chromophobe : 5 para 10 % câncer de rim’adulto.

Macroscopie : tumor única, bem circunscrito, tem uma aparência de camurça

microscopia : uma variante consiste em células claras, e uma variante composta de células d’fascínio oncocitário. Em ambas as variantes, os núcleos das células variar em tamanho, as bordas e hiper irregular cromática e eles são muitas vezes rodeado por um halo claro.

O tumor possui uma arquitectura compacto ou alveolar. que n’não há papilas gustativas.

Histochimie : as células tumorais são coradas por azul brilhante de ferro coloidal (coloração Haie).

O prognóstico do carcinoma chromophobe é bom. A classificação Fuhrman não deve mais ser realizada de acordo com o’OMS 2016

5- Recolha de carcinoma do ducto : ou tubos de carcinoma Bellini (<1%)

Macroscopie : o tumor cresce na medula do rim

microscopia : c’é um adenocarcinoma papilar em que as atipias cito-nucleares são abundantes e as mitoses numerosas.

evolução : tumor agressivo, mau prognóstico

III- Tumores de rim infantil :

  • fibromatosis infantil (tumor Bolande)
  • Fibrosarcome criança (de células de tumor Bolande)
  • Wilms
  • tumeur rhabdoïde
  • sarcoma de células claras
  • Synovialosarcome
  • PNET (tumor neuroectodérmico periférico )

IV- fatores prognósticos :

* do estádio (TNM) é o mais importante fator prognóstico.

classificação TNM 2009

T – tumor primário

→ TX O tumor primário não pode ser avaliada
→ T0 Não há evidência de tumor primário
→ T1 Tumor limitado aos s renais 7 eixo longo centímetros
– T1A Tumor limitado aos s renais 4 eixo longo centímetros
– T1b Tumor limitado ao rim " 4 cm, mas s; 7 eixo longo centímetros
→ T2 Tumor limitado ao rim " 7 eixo longo centímetros
– T2a Tumor limitado ao rim > 7 cm, mas s 10 eixo longo centímetros
– T2b Tumor limitado ao rim > 10 cm
→ T3 Tumor interessantes principais veias ou invade gordura perirenal ou seio renal, mas sem atingir a fáscia Gerota
– T3a tumor invade a veia renal ou seus ramos segmentares de divisão, gordura seio renal ou perirrenal, mas não atingindo o adrenal e não superior a fáscia Gerota.
– T3b Tumor invadindo a veia cava na forma de’um trombo sub diafragmático.
– T3c Tumor invadindo a parede da veia cava inferior ou trombo s’estendendo-se acima do diafragma
→ T4 Tumor que se estende para além Gerota fáscia, incluindo a invasão do adjacente a adrenal ipsilateral.

N – Invasão de linfonodos regionais

→ NX os adenomegalias não pode ser avaliada
→ N0 Sem metástase ganglionar
→ N1 Metástase de linfonodo único
→ N2 sobre 1 metástase linfonodal

M – metástases à distância

→ MX metástases à distância não pode ser avaliada
→ M0 Sem metástases à distância
→ M1 metástases à distância

O agrupamento de fase TNM

→ Em Stade : T1 N0 M0
→ Stade II : T2 N0 M0
→ Estádio III : T3 e T1 N0 M0, T2, T3N1 M0
→ Estágio IV : T4 N0, N1 M0. todos T N2 e M1 M0 todos T N

a nota Nuclear é um fator prognóstico independente no câncer de classificação mais usado é que Fuhrman.

Fuhrman Grade
Classificação da OMS de tumores do rim

Curso Pr Hamdouche S – Faculdade de Constantino